O Autor

Luiz Carlos de Paula                            Foto: Renato Favilla

Nasceu em Belo Horizonte nos idos de 1942.
O gosto pela música despontou na década de 50, nos inesquecíveis bailes infantis de carnaval nos salões do Automóvel Clube e do Minas Tênis Clube, agremiações tradicionais da capital mineira. Seu interesse aumentou, na adolescência, ao participar de serestas em fins de semana pelas ruas, então tranquilas, da cidade, com seus companheiros notívagos.
Nas férias, gostava de acompanhar o primo e colega de ginásio Ronnie Cord (um dos pioneiros do rock nacional), quando este visitava o pai, Hervê Cordovil, compositor e maestro, que morava em São Paulo. Ouvia, fascinado, o grande músico compor ao piano.
Formou-se em Engenharia e exerceu sua profissão até aposentar-se. Apesar de ter atuado em área técnica, Luiz Carlos, por sua invulgar sensibilidade, sempre foi ligado ao meio artístico. Tinha como hobby perambular pelas pinacotecas de sua cidade, tornando-se estudioso e colecionador de obras de arte.
Mas o fator decisivo, para que a música deixasse de ser, apenas, o passatempo favorito, e se tornasse uma paixão avassaladora, tomando-o por inteiro, foi sua mudança para o Rio de Janeiro. A residência em Ipanema, há mais de quarenta anos, possibilitou-lhe a convivência e amizade com pessoas inseridas no contexto musical, e a presença constante em eventos culturais.
A partir de sua aposentadoria, em 2004, pode, enfim, dedicar-se exaustivamente à pesquisa sobre nossos compositores e intérpretes, que resultou neste seu livro de estreia, e o engajamento definitivo no mundo da música popular brasileira.
Em 2015, nas comemorações do aniversário do Rio de Janeiro, em face do seu envolvimento significativo com a cidade, foi homenageado com a Moção dos 450 Anos de Carioquice Masculina, no plenário da Câmara dos Vereadores, iniciativa da NET canal 26 – RJ e canal 2 – SP, pelo concorrido programa de variedades Berenice e Você.

Luiz Carlos de Paula figura entre os entrevistados no documentário: Garota de Ipanema - O Bar, do ator e cineasta Carlo Mossy; uma exaltação à boemia carioca, a ser lançado brevemente em circuito nacional.

© Copyright 2008 - Pelo Telefone: Uma viagem através da música popular brasileira.

Desenvolvimento e Design: Marcio Cunha